Conto

💗 JOÃO TEIMOSO, IOIÔ,….💗

Eu tive uma infância onde recordo de coisas simples mas que só a lembrança já trás uma felicidade muito grande. A começar por brinquedos que para mim era uma festa.
O primeiro João teimoso que ganhei me dava um prazer tão grande vê-lo ficar carambelando, era uma graça sem fim colocá-lo de de cabeça pra baixo e ele virar e ficar balançando.
O primeiro ioiô que ganhei de minha mãe quando vínhamos da feira e vi um rapaz jogando esse ioiô e implorei que ela comprasse. Era de madeira,rachado em um dos lados,colado, mas me encantei e era ele que queria…haja felicidade.
Meus soldadinhos,aqueles vidrinhos de injeção,que minha avó materna trazia do hospital e eu,juntamente,com meu irmão enfilerávamos,eu de um lado da sala ele no lado oposto e com uma bolinha de gude jogávamos até os soldados guerreiros irem caindo, onde alguns quebravam.
Fico agora a imaginar como algumas brincadeiras e brinquedos tão simples davam tanto prazer,felicidade,estimulavam o companheirismo e a cumplicidade .Brincadeira de criança no sentido amplo da palavra…obrigado meu Deus por essa felicidade que permeia minhas lembranças.

ALAN RUBENS

Conto

🐢 Meu querido jabuti 🐢

Quando tinha cerca de seis anos de idade,mais ou menos,fui pela primeira vez ao Fala Só que era na época, povoado do município de Viana. Meu querido e saudoso avô, José Ribamar,mais conhecido como Zé da Promessa,era um comerciante próspero no povoado e também lavrador.
Um dia ele vindo da roça trouxe de presente para mim um filhote de jabuti, o que me deixou nas nuvens de tanto contentamento e admiração com tão intrigante animalzinho cujo meu contato era o primeiro com tal espécie.
Fiquei tão deslumbrado que ficava horas agachado vendo-o alimentar-se de frutas como banana,mamão e suas cascas. Mas, o que mais me deixava perplexo era o jeito dele esconder a cabeça pra dentro do casco e o andar lento com maestria.O casco parecia um tabuleiro de damas, quadriculado nas cores preta e laranja.
Saudades tenho hoje, nas minhas recordações, do meu jabuti que estimava como a um brinquedo a que esmerava… ciúmes de um brinquedo especial.

Alan Rubens