Poema – Poetisa Moçambicana Emily Uache

Amar sem poder Amar

Propriamente explícito
Presa a um sentimento
Desprovido de Amor
Sinto, ainda sem poder
Pega fogo, ainda sem arder

É uma outra temporada
Que faz- me robotizada
Sem escrúpulos
De coração pregado
A uma programação possível
Com propósito impossível

Esse viver
Faz de mim uma máquina
Condenada por Amar
Sem poder Amar
Sem poder pedir
Que o Sol nasça à meia-noite

É canja, então
Desligar- me
Ligar- me
Reiniciar- me
Sem refletir na dúvida
De algum dia
Amar Podendo Amar.

Emily Uache!

4 comentários sobre “Poema – Poetisa Moçambicana Emily Uache

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s