Poema : Cordel- Poeta Jorge Furtado

A cultura cearense
Sofreu da morte tirana
Um grande golpe fatal
Neste final de semana
Morreu Evaldo Gouveia
E Arievaldo Viana.

Evaldo era seresteiro
Tendo por berço Orós,
Com seu talhento brilhante
Encantou a todos nós
E fez, por todo esse mundo,
Ecoar a sua voz.

Arievaldo viana,
Bom poeta popular
Era o rei da gaiatice;
Afirmo sem duvidar
Autor de vários cordéis
Uma obra de admirar.

Evaldo com suas canções
Deu fama pra muita gente
Altemar Dutra eu destaco,
Outro artista competente
Interpretou muitas delas
Com seu carisma envolvente.

Ari era meu amigo
Um excelente camarada
Toda vez que eu o encontrava
Contava uma nova piada
Con seu jeito irreverente
Nem esquentava com nada.

Evaldo o vi uma vez
Lá no centro cultural
Lhe entreguei um cordel
E ele achou legal
Me deu até uma ajuda
Até substancial.

Ari dava um show no palco
Em todas as bienais
Era um artista plural
E sempre queria mais
Fazer algo inovador
Nos circuitos culturais.

Partiram pra eternidade
Mas deixaram um bom legado
Espero que o nosso povo
Valorize de bom grado
A obra desses dois gênios
E não seja alienado.

Jorge Furtado

2 comentários sobre “Poema : Cordel- Poeta Jorge Furtado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s