Poema – Poetisa Marli F Freitas

“A VOZ DO SILÊNCIO

Algo aqui dentro sentia saudade de mim.
Por inúmeras vezes tentei desviar-me
Do olhar da menina,
Que se afogava num mar de inquietação.

Silenciei a voz,
Mergulhei profundo nas minhas verdades,
Até que foi inevitável:
O céu anunciou e a Terra estremeceu.
Já não cabia dentro de uma redoma…
Não queria nada demais, apenas respirar
Sem temer, nem a mim
E nem a si.

Abracei a minha luz e também a escuridão.
Não deixei de amar, mas amei de outra maneira.
Cuidei e zelei de cada miudeza,
Mas me acolhia na própria fidelidade.

Amei o dia e sofri a noite.
Surpreendi-me com algo muito simples;
Descobri que sabia sorrir.
Na minha solidão entendi, que,
Assim como as nuvens no céu,
Alegria e dor se alternam.

Aprendi a dar o devido valor as coisas,
Ensinei que nem tudo se mede em moedas,
Recebi de coração aberto as alegrias
E acolhi com sabedoria também as tristezas.

Enquanto esperei por si,
Estive ocupada pensando em mim.
Coloquei o meu coração no coração de todas as coisas,
E ainda sem nenhuma pressa,
Lancei o meu olhar sobre a sombra do meu mundo
E o milagre aconteceu.

O meu mundo quis conhecer o seu,
Mas com receio de ferir,
Chegava e partia.
O seu mundo me quis
Trazia-me certezas e se recolhia.

Nessa dinâmica de transição,
Libertava o velho e abria espaço para o novo.
Comecei a equilibrar a voz e o silêncio,
A dor e a alegria.

Sua certeza me conduz,
O meu afeto te suaviza.
A menina resgatou a minha verdade.
O seu chamado guia-me de encontro à luz.
Agora que tenho a mim,
Sinto saudade de si.”

Marli F Freitas / A Poeta de Minas Gerais
Direitos Reservados

Um comentário sobre “Poema – Poetisa Marli F Freitas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s