Poema – Poetisa Bruna Silva “A Apaixonada”

Flor

Possuo muitas faces
Sou dotada de beleza
Encanto com suavidade e sensualidade
Beijo tua face,
Permito que me possua…
Despida, sem pudor, sou sua!
M’alma em silêncio fervilha.
Busco seu toque com o olhar sincero
Tortura-me com a delonga da espera
Minhas veias pulsam de tanto prazer.
Sinto!
Constante e intenso…
E deleito-me com mais um dia de eterno florescer.

Bruna Silva

Poema – Poetisa Carmen Haddad

Silêncio

Tento sair de meu silêncio.
Ele tornou-se meu companheiro.
Preciso abrir portas e janelas,
Para ver um jardim florescendo.
Preciso das forças que emergem do alto, para poder libertar-me das amarras que me emudecem.
Sinto a tristeza do tempo que devagar apaga a luz.
Tira o brilho, da alma que se angustia.
Talvez não chegou a hora de olhar pela janela e ver uma flor nascer.
Há de ser um momento de glória, quando o sol entrar e eu puder ver todos os girassóis.

Carmen Haddad

Rio de Janeiro RJ
Brasil

Crônica – Poetisa Lenice Ferreira

O tempo cura tudo…

Não podemos colocar sobre o tempo fardos que nós mesmos mal suportamoss carregar ou não somos obrigadas a suportar .Por ser escritora, creio que pela veia artística,sempre fui boa observadora,e costumava observar os relatos corriqueiros no ambiente familiar,escola,trabalho, transporte coletivo,mesa de bar,postos de saúde,hospitais e etc….
E por incrível que pareça,a maioria tratava-se d o comportamento MACHISTA. E em meio a esses relatos sempre surgia a frase” O TEMPO CURA TUDO’…E eu ficava me perguntando:
Como o tempo cura o trauma da violência sexual,sofrida por essa pessoa?
Como o tempo cura uma traição conjugal se volta e meia é relembrada pela parte traída? E no caso que aquela senhora teve que criar o fruto da traição ?
Como o tempo cura o sofrimento de uma vida inteira de uma mulher vítima de violência doméstica ?
Se curasse elas não os relatavam com riqueza nos detalhes…
Temos que parar de seguir as regras do PATRIARCADO. Vamos parar de repetir as frases machistas que só alimenta o MACHISMO e aumenta o índice de VIOLÊNCIA CONTRA NÓS MULHERES…


Lenice Ferreira

Poema – Poetisa Antonia Nery Vanti

Amor e preconceito

Na noite silenciosa,
Perco-me em pensamentos.
A saudade caprichosa
Voa célere como o vento,

Trazendo de volta à memória
Os ardorosos momentos
De uma paixão contraditória,
Que só causou sofrimento.

Ardeu, como fogo em meu peito,
Um desejo louco e proibido,
Ao qual eu não tinha direito.

Só restou mágoa, despeito
E meu sonho de amor destruído
Pelas manhas do preconceito.

Antonia Nery Vanti (Vyrena)
Direitos autorais reservados®

Poema Poetisa Aldemira Aguiar

Quarentena

Vida sem abraço,
Adeus sem despedida,
Conforto vazio, de almas e vidas!
Um cumprimento
à distância,
Sem toque de mãos,
Entre quatro paredes, na quarentena, na solidão…
Um cheiro de morte envolvendo a população…
Um lenço molhado, um rosto lavado por lágrimas de dor…
As horas não passam, os dias são longos, o mês não termina, Cadê o limite que o homem inventou?
A esperança vem, para e desaparece,
apagada pela desilusão…
Cadê o remédio? Onde anda a vacina? Um antídoto, onde está? Uma arma potente, que extermine , que vença essa força maligna, inimigo oculto, PANDEMIA IMUNDA, teu fim vai chegar…
Porque existe a FÉ, o aroma do Amor de Deus, nosso Pai, nosso protetor!
Vamos ajudar com a prevenção : de máscara no rosto, lavar sempre as mãos, usar álcool gel, evitar contato e aglomerações!

Aldemira Aguiar

Poema – Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

SAUDADE

Saudade bate no peito
Pula na mente, machuca
o olhar.

Saudade, tempo passado
do que se desfez, também
do que não fez.

Saudade de andar na rua,
de olhar a lua, do dar-se
as mãos.

Saudade de calar a boca,
com longo beijo, ficar sem
ar e pedir mais

Saudades de ir ao cinema
com Madalena ou Juarez
os dois talvez

Saudade danada, muito
safada tira o sossego, não
dá folguedo

Saudade significa, muita
emoção liberação, do que
está guardado

botando na nossa frente
coisas antigas, que vem
pra bagunçar

Saudade quem diz que nunca
teve, está mentindo pra toda
gente

Adele Pereira
30/01/21