Poema – Poetisa Luzia Couto

Ontem
Pensei em ti, senti vontade estar contigo e ganhar teus beijos.
Lembrei de nós, de nossos momentos extasiantes, do gozo gostoso e dos corpos molhados.
A delicadeza de tua boca na flor sugando cada gota do mel.
De tuas mãos ousadas em meus seios e meus mamilos rígidos de vontade.
Lembrei de teu falo, o quanto ele chorava e latejava de vontade…
Nossos corpos molhados pelo desejo, nossas bocas sedentas buscando cada parte de nós.
Lembrei de ti, de nós, de nosso amor na volúpia frenética, que nos fazia refém de nossos desejos.

Luzia Couto
Lei 9.610/98
12/02/2021
Ipanema Minas Gerais Brasil.

Um comentário sobre “Poema – Poetisa Luzia Couto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s