Poema – Poetisa Patricia Campos – Março Mês da Mulher

Mulher guerreira

Mãos calejadas
Dormentes, dantes algemadas
Falácias lhe foram alojadas
Dentre correntes enferrujadas

O grilhão deixou rastro
No imo aloja seu lastro
Que estremeceu seu castro
Até torná-la alabastro

Não há temor
Seus olhos demonstram clamor
À boca nenhum rumor
Semelhante a flor-do-amor

Mulher guerreira
Derruba a barreira
Seu amor é cachoeira
Sua sabedoria é parreira

Seu jeito leve invade
Tamanha cumplicidade
Tanta adversidade
À fez forte, mulher de verdade

Levanta a bandeira
De mulher trabalhadeira
Seu sorriso não é brincadeira
Quantos dias desceu a ladeira

Atrás do pão para sobreviver
Com a arrogância tendo que conviver
As lembranças à faz reviver
Da força que a fez prover

Trazendo sua esperança
Mantendo-se em perseverança
Seu anjo, sua segurança
Tecia-a em temperança

A paz é o seu desejo
Seu resquício em lampejo
Olhar em lacrimejo
Seu mar em meio ao cortejo

Mas ela não desiste
Luta e resiste
A cada dia insiste
Não aceita um final triste

Patricia Campos 🌺

Tema sugerido por William – São Luís – Maranhão

Um comentário sobre “Poema – Poetisa Patricia Campos – Março Mês da Mulher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s