Poema – Poetisa Heloisapoetisa

O IPÊ E A CASTANHEIRA

A suavidade do meu carinho ao tocar – te;
Estático fico.
E te presto até reverencia
Diante da tua elegante exuberância!
No fresco juvenil
De minha inocência
Laço – me ao infinito.
É natural amar – te
Vivendo tão perto de ti.


Heloisapoetisa

Poesia Premiada na Oficina de Fotopoética no Hangar em Belem-Pa

Um comentário sobre “Poema – Poetisa Heloisapoetisa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s