Décima – Poeta Plácido Amaral

UMA DÉCIMA…

No dia do casamento
Há promessa, existem juras,
Tem as mãos com as procuras,
Há desejo sem lamento;
Há também, nesse momento,
Toda fé na relação
Onde à luz de uma paixão
Os nubentes dizem sim
Ao perfume de jasmim,
Testemunha da união.

PLÁCIDO AMARAL

Um comentário sobre “Décima – Poeta Plácido Amaral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s