Poema – Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

PROTEÇÃO

Onde estou? No paraíso, em um set
Amazônia, no epicentro, pandemônio…
Nas galáxias, nas fumaças, nos plantios
Ou na enganação, no poderio da nação?
O homem foi a lua……..(não acredito).
Se tem a NASA espacial hoje não saia na rua.
Enclausurada, suada, assustada, surrada, estou eu, você, eles também, sem entender.
O vento sopra, sumiu a pipa, o papa ora,
Rabino pede, ateu clama, chama por DEUS, o povo chora, para muitos chegou a hora…
Outros mesmo sem ter hora , também vão, os invisíveis ficaram visíveis, satirizados, são notados, são o foco da preocupação…
Abraços e beijos, macarrão sem queijo…
Tudo é contra a mão; limpe- as, gel 70,
sabão em barra já não ostenta demanda…
Falação, grupo de risco são os idosos
Lavem as mãos , o vírus ataca o seu pulmão…
Sofrem os que cuidam, os que descuidam, os desnutridos, os informados, os estudados…
Todos pagam seu quinhão, merecendo ou não, nada se vê do inimigo, só dor, devastação, somos todos irmãos, Filhos do mesmo Pai, que deu-nos vida e uma só nação…
Cuido de ti, cuida de mim, nos cuidemos, um por todos, todos por todos venceremos…
Filhos de DEUS, herdamos tudo, ele nos deu, chegou a hora de agradecer, lavar as mãos…
Postar as mãos, pedir a proteção a todos.

ADELE PEREIRA

4 comentários sobre “Poema – Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s