Poema – Poeta Luis Antônio Santos e Santos “O Escritor da Solidão”

Dialogo da Alma e da Emoção

Quando a vida te dar sinais que o momento é de reflexão é preciso ter coragem para enfrentar desafios e gerar oportunidades.

Quando você sentir que alguém precisa de uma palavra vá lá e fale. Mesmo que você ache que não é o momento certo.

As vezes, o que precisamos é justamente criar esse momento.

Quantas vezes você se deixou levar pelo medo de se pronunciar ou se aproximar de alguém pelo simples fato de achar que não era o momento….

E tempos depois você percebeu que não teria mais essa chance porque a pessoa não mais estava próxima ou até mesmo as circunstâncias não lhe permitia mais…

Por isso eu te digo: “ame hoje, abrace hoje, beije hoje, diga que ama hoje, diga o quanto a pessoa é especial e importante hoje…”

Não se permita perder a chance nem a oportunidade de viver intensamente o que o seu coração e sua mente sabe que te faz bem…

Valorize os pequenos gestos e os momentos simples porque quando perdemos uma pessoa até o que era defeito vira saudade…

Talvez, esse meu texto escrito na madrugada do dia primeiro de abril de dois mil e vinte e um, não seja encarado como coisa seria…

Mas, não há mentiras reais que consigam abafar o grito silencioso e ensurdecedor dos meus pensamentos mudos de um coração apaixonado….

Quiçá o teu olhar consiga contemplar a magnitude do meu pensar que balbucia a verdadeira forma de amar…

E no limiar do crepúsculo da esperança chego a me emocionar por então encontrar o caminho que te faz pensar o quanto é magnifico por alguém continuar a se encantar…

Então…ouso-me a acalentar os teus anseios acalorados que por muitas vezes se perdeu no silêncio do teu olhar…

Mas, nunca é tarde….nem será…para decifrar o quão tu és importante e especial mesmo que a dor e a angústia dos dias ruins tente te afastar da tua verdadeira face que é o amar e amar e amar…sem lamentar a dor que tenta suplantar o brilho do teu olhar…

E mesmo que alguns insistam em não crer ou prefiram sofrer….Eu espero viver um amor que me faça esquecer a dor insana de toda essa luta que travamos para sobreviver..

E é isso que eu quero: uma razão pela qual você luta. Que te faz querer ser bom e melhorar…

E não por qualquer razão ou motivação. Mas, sim…com a imensidão que seja capaz de me encantar com toda força e emoção que afaste de vez a intrépida Solidão….

Luis Antônio Santos e Santos – O Escritor da Solidão

Um comentário sobre “Poema – Poeta Luis Antônio Santos e Santos “O Escritor da Solidão”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s