Poema – Poetisa Antonia Nery Vanti

Manhã, espero por ti

Manhã bela e brejeira,
Deixa que teu brilho entre
Em meu quarto
Pelas frestas da janela.
Vem, desperta-me!

Beija-me o corpo
Ainda meio adormecido!
Embala meu último sonho
Da noite que, com tua chegada,
Acaba de fugir!

Entra , afaga-me a face
Com tuas mãos de fada,
Manhã fagueira, perfumada
Pela rosa enserenada,
Recém desabrochada
No albor da madrugada.

Quero bailar em teus braços
Ao ritmo harmonioso
Do canto da passarada
Que te recebe com sua
Orquestra afinada,
Numa grande festa,
Em meio à natureza engalanada!

Quero ver teu reflexo
No riacho cantante,
Que serpenteia o caminho!

Quero-te em meu corpo, deslizante,
Refrescando-me a pele,
Até que, cansada de tuas andanças,
Deixes cair sobre mim,
O véu da tarde
Que antecede, da noite,
O negro manto!

Amo-te manhã ensolarada
De tantos encantos adornada!
Desejo, que a cada dia,
Venhas me despertar!

A vida, preciso olhar,
Pela janela de teus olhos claros,
Que refletem o azul do céu.
Envolve-me, manhã feiticeira,

Na doçura de tua magia!

Antonia Nery Vanti (Vyrena)

Um comentário sobre “Poema – Poetisa Antonia Nery Vanti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s