Poema : Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

Paraíso

Teu corpo em languidez nu, apraz a deliciar-me.
Contemplo a pele alva, rosada como
pêssego .
Perfume saboroso de ácido veneno,
tomado vorazmente
Aventuro – me nessa cabeça alva, como espuma do mar fosse .

Naufrágio nas rotas de desejos em
sua profundeza .
Minha alma submersa, em sua pele estou no firmamento.
Teus olhos, duas gemas brilhantes
de obscenidades.
Nessa cadência imaginável, faço-a
dançar como serpente.

Que se aguça vagarosamente e como escuna desliza até a minha boca, toma água, oriunda sorri mostrando os dentes .
Já não sei se encanto ou encantado
com tal magia
Tenho medo, corpo queima em labaredas, infla de desejos.
Mas estou no paraíso celestial em seus braços tenho seus beijos.

Adele Pereira
10/04/21

3 comentários sobre “Poema : Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s