Poema : Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

Adaptável

Não tenho eira, nem beira, já perdi as estribeiras, mas adapto – me às situações.
Sou maleável, moldável e adaptável,
por isso vou ao topo. Não me canso,
descanso, poupo energias, não faço descaso. Sirvo de guia para viver bem. Vou ao telhado, não fico de lado jogado por ninguém. Assim, sou gata ativa de longa vida. Não tento, passo dos noventa, é dai se estou bem.

Adele Pereira Poeta&Colunista

Um comentário sobre “Poema : Poetisa Adele Pereira “A Pérola da Poesia”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s