Poema : Poetisa Maria Gorete Casagrande “A Abençoada”

TALVEZ EU…

Talvez roube de você
Aquele beijo na boca
Aquela promessa dita
Com uma vontade louca
Mesmo que eu acredite
Que a realidade é outra.

Talvez roube o seu tempo
Querendo ouvir de você
Palavras que me alegram
Que faz feliz o meu ser
Pois eu passo o dia todo
Com desejo de te ver.

Talvez eu roube seu sono
Em alguma madrugada
Querendo ouvir tua voz
Numa ligação errada
Para não me reconhecer
Te ouço e não falo nada.

Porque as vezes perco o sono
Afogado de paixão
Tentando dormir preciso
Fazer uma ligação
Ouço sua voz que me traz
Alívio ao meu coração.

Maria Gorete Casagrande de Souza

Um comentário sobre “Poema : Poetisa Maria Gorete Casagrande “A Abençoada”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s