Poema : Poetisa Patricia Campos

Sensibilíssima

Vidros que sorriem
Refletem o azul
Um infinito a expandir
Em seu interno blue

Denota a eternidade
Sua sensibilidade
O amor encontra a verdade
Eis o motivo da alacridade

Sente-se leve
Dança ó bailarina
Transforma o que era agreste
Em delicadeza sentida

Parece caminhar sobre as nuvens
Passos embalados ao som celestial
Sua luz é como a dos vagalumes
E como os pássaros tens o dom orquestral

Ó consciência singela
Seu olhar carrega o bem
Das flores és a mais bela
E seu amor transcende além

És indestrutível
Mesmo que o pó esvaneça
Tens uma força incrível
Que ultrapassa este mero planeta

Vai muito além do horizonte
Dentro deste pequeno universo
Saiba que és santo monte
Inspirada pelo Ser eterno

Em nada deves temer
Confie na vida que tens
O anjo que mora em você
Não a deixa ser refém

Trouxe-lhe a liberdade
No interno arquitetou seu cais
És teu mar em divindade
O teu barquinho de paz

Segure-se firme em suas mãos
Que não irás perecer
Ele é o dono do teu coração
Sua simetria, seu eterno ser

Por Patricia Campos 🌺

Tema: inspirado em Luciana Sonim- Embu das Artes -SP

Participe você também dos poemas! Faça sua sugestão enviando um tema. Ele será veiculado aqui e no site http://www.razaodavida.com acesse!

Um comentário sobre “Poema : Poetisa Patricia Campos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s