Décima : Poeta Plácido Amaral

UMA DÉCIMA EM DECASSÍLABOS:

A poesia, uma glória nordestina,
Destacada hoje aqui no meu papel,
Documenta o seu tempo num painel
Ao mostrar que viver é disciplina;
O passado ela sempre descortina
E o presente faz dela uma parceira,
Do futuro se diz que é mensageira
Sem sequer perceber ele chegar,
O Cordel é seu verso popular
E o Repente, a canção mais verdadeira.

PLÁCIDO AMARAL

Um comentário sobre “Décima : Poeta Plácido Amaral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s