Poema : Poetisa Olema Mariz “A Versátil “

Quietude

Essa quietude que as vezes me pega
Como se precisasse os pensamentos parar
Como se a preguiça do mundo estivesse
Inteira a me apreciar
Vasculha aquele canto da alma
Senta-se e fica a olhar
Para o nada, para o vazio
É onde ela quer estar…
Mas eis que uma flor vermelha
Dessas de cor paixão
Se abre na minha frente
E põe a quietude no chão
Vem, volta pra vida
Vem, que a vida floresce
Vem, que a cor da paixão
Vibra e jamais fenece
Pede ritmo, alegria
Encantamento e magia
Veste tua saia florida
E vem na cadência da alegria
Apenas isso! Vem!

Olema Mariz

2 comentários sobre “Poema : Poetisa Olema Mariz “A Versátil “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s