Poema : Poetisa Rose Melo “A Iluminada”

Carnaval dos Animais

Naquele festa era só alegria
Todos eufóricos, grande folia
O macaco, a preguiça e a cotia
Vestindo a mesma fantasia

Dançavam, sorriam, Pulavam
Ficaram cansados da algazarra
Convidaram o amigo elefante
Que aceitou e foi todo elegante

Pegou o celular e ligou pra girafa
Essa não demorou, entrou na graça
Que bela postura, quanta altura!
E como rebolava com desenvoltura

Ela avisou o coelho que alegrou-se
Afoito vestiu-se e foi pro espelho
Mirou-se, pulou prum lado, pro outro
Convencido então, jogou-se no frevo

A fuzarca rolou foi a noite todinha
Até de manhã, bicho na praça tinha
Caras empoadas igual mascarados
Criança fazia foto, achava engraçado

Sairam em manchete de no jornal,
Viraram memes em rede social
A festa dos animais virou tradição
O carnaval deles é uma animação!

Rose Melo
31/01/23

Poema : Poeta Raimundo Ramos

O SOL

O nosso sol é astro rei
E desde quando amanhece
Clareia todos ambientes
Invade também aquece
Visita de cortesia
Clareando todo dia
A noite vem escurece.

No final de cada dia
Se despede lentamente
Das cortinas das janelas
O sol é rei realmente
Segue numa direção
Clareia a imensidão
Com seus raios muito quente.

Solitário nosso astro rei
Brilhante com o seu arrebol
Escarlate despedida
Sua luz feito farol
Clareia as serras e montes
Nas linhas dos horizontes
Nosso astro rei é o sol.

Raimundo Ramos
Poeta Paraense
De Capanema PA.