Poema : Poeta Raimundo Ramos

CHOVE lá FORA

Enquanto chove lá fora
Me tranco em pensamento
Entro na água da chuva
Chuva é merecimento
Aqui chuva enaltece
Nada ruím acontece
E não tem alagamento .

Enquanto chove lá fora
Alaga com acidente
Por aqui chove bastante
Molha tudo realmente
Nada de inundação
Chuva de inspiração
Minha verve resistente.

Enquanto chove lá fora
Aqui eu fico contente
O meu único consolo
É fazer muito repente
Lá fora a chuva cai
A chuva aqui se vai
Inundando minha mente

Raimundo Ramos
Poeta Paraense
De Capanema PA..

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s